quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Como descobri a leucemia.

No ano de 2007, eu tinha um trabalhador por nome Jaime que chegou chorando um determinado dia. Perguntei: "porque está chorando ?"  e ele respondeu: "Minha irmã vai morrer" e aí num desabafo ele contou a história de que sua irmã tinha leucemia e os efeitos eram os seguintes; Não conseguia parar em pé, devido a fraqueza nas pernas e uma dor muito forte no corpo o que fazia com que ele fosse obrigada a tomar injeções contra as dores, que custavam na época 35 reais e seu efeito durava no máximo 1 hora, e depois voltavam as dores. Nesta época já trabalhando e estudando a copaíba a 5 anos e vendo os efeitos benéfico  em males diversos sem efeitos colaterais, resolvemos experimentar. Chamei Jaime num canto, dei um óleo para ele levar para sua irmã enferma e disse: "Ela tem que tomar, se ela tomar melhora, só depende de você agora". Depois ele me contou que ela não queria, mais ele forçou ela tomar, e depois ela confessou; tomava só uma gota/dia. Alexandra, irmã do Jaime, como fazia em períodos determinados porque a sua medula óssea não funcionava mais, tinha que trocar o sangue, foi fazer este procedimento médico na cidade mais próxima. Agora vou contar o que ela contou; Quando lá chegando para trocar o sangue, parece que tiram uma amostra do paciente para analisar,    Alexandra diz que passado um tempo mandaram chamar ela numa sala; um monte de médicos reunidos, começaram a lhe fazer perguntas do tipo; O que você comeu ?  Você comeu verduras, frutas, etc ?  Em meio aquele tanto de perguntas, ela disse que comeu carne, verduras, mas pra nós ela disse que não comeu nada, falou por falar. No meio de tantas perguntas médicas, Alexandra queria saber se já iam fazer a transfusão do sangue planejado. Qual não é a sua surpresa quando os médicos lhe dizem que não precisa mais trocar o sangue, pois o seu sangue estava ótimo. Que fique bem entendido o que Alexandra nos contou depois; Ela tomava somente uma gota de copaíba por dia, o que foi suficiente para que ela, três meses depois de começar a tomar o óleo puro, estava pulando carnaval e bebendo cerveja. Esses dias, encontrei o Jaime depois de 7 anos e perguntei como estava sua irmã, me disse que estava ótima, nunca mais teve nada. Eu acredito que ela tenha curado da leucemia com  três frascos de copaíba puro. Em relação as dores que sentia no começo, me disse ela depois que na primeira gota, 10 minutos depois, acabou a dor e nunca mais. Conclusão a que cheguei com mais esta experiência; Ninguém sabe porque a medula óssea parou de funcionar e como o óleo de copaíba puro conseguiu fazer esta medula óssea voltar a fabricar sangue novo. Portanto, toda esta parafernalha de assuntos, reportagens, referentes a transplantes de medula óssea como cura para leucêmicos, é tempo e dinheiro jogados fora. Temos na natureza a cura rápida, barata e o mais importante, sem sofrimento. Que fique bem claro que com um sistema de defesa fortalecido o nosso próprio corpo se defende de todas as moléstias. Só os óleos de copaíba (Reticulata dunke) e andiroba (Carapa guianensis) conseguem estes prodígios.   

2 comentários:

  1. Este olio só serve para tratamento de leucemia? E para o CA da próstata, ele serve também?

    ResponderExcluir
  2. Como podemos saber se o óleo de copaíba que nos estão vendendo é puro, ou não? Existe alguma forma prática?

    ResponderExcluir