terça-feira, 29 de maio de 2018

GLÂNDULA DE BARTHOLIN

Oi Lúcio,

boa noite!
Aqui vai o meu relato.
Por favor, se puder publique ele no teu blog ou onde vc achar melhor.
Mas não coloque o meu nome todo, porque tenho pacientes (sou terapeuta)
e não quero revelar questões minhas para as pessoas que atendo.

Use apenas o Mônica, por favor.
Obrigada!
Copaíba e Andiroba curaram o quisto de Bartolini

Em novembro de 2017 eu tive a sexta bartolinite dos últimos 4 anos. É um inchaço nas glândulas de lubrificação vaginal que vai desde um quisto indolor até uma infecção muito dolorosa.

O que mais me deixava com a sensação de impotência era descobrir que não havia cura definitiva, segundo a biomedicina. Havia sim antibióticos e até operação, mas nada garantia que o problema não ressurgisse.  Às vezes, com mais intensidade, como foi o meu caso. Desta vez a inflamação foi tão grave e desesperadora que fui parar no hospital. A mesma história de banho de acento, antibiótico e paciência, ou até operação, me foi recomendada. Não acreditava que não havia uma cura para algo que tantas mulheres têm e não é tão grave, mas intensamente dolorido.
Resultado de imagem para glandula de bartholin

Pesquisei na internet alguma dica natural para sua cura, como já tinha feito há alguns anos. Desta vez eu li o depoimento no site Mata Viva de uma moça relatando sobre a mudança em sua alimentação e o efeito milagroso dos óleos de copaíba e andiroba para sua inflamação na glândula de Bartolini. É normal a gente ficar desconfiada, embora o relato fosse tão generoso e um serviço que ela nos fez ao divulgar a sua experiência e nos dar o caminho que a ajudou. Mas eu ainda fiquei descrente. Continuei minhas buscas e li outros relatos com a mesma tônica de cura, alívio e solução. Entrei em contato com o Lúcio que ,com a sua experiência, me explicou como usar os óleos produzidos por eles e todos os benefícios que viriam junto com o tratamento.

Liguei para a Juliane, representante dele, no feriado. Ela, que estava super ocupada com outras questões (no feriado fazemos tudo aquilo que nosso trabalho não permite fazer), sabendo do meu sofrimento, parou tudo e com seu marido veio me entregar dois frascos. Quanta gente envolvida para ajudar o próximo. Uma rede de solidariedade!

Eu usei os óleos como o Lúcio ensinou. Em 36 horas o quisto drenou e começou a desaparecer. Em duas semanas eu não tinha mais nenhum vestígio. Meu novo ginecologista, que foi o único que abriu uma brecha para me atender no feriado, também ficou supreso. Não havia mais nenhuma cicatriz em mim. Tudo havia sumido. Eu também mudei a alimentação, tirei todo açúcar e glúten e laticínios que deixam nosso sangue mais ácido, comecei a usar calcinha de algodão e parei de ficar tão sentada. Mas o que realmente funcionou foram os óleos.

Usei o copaíba outro dia em uma pequena verruga em meu joelho, que sumiu em dois dias. Nós temos uma riqueza de saberes tradicionais indígenas aqui no Brasil que não nos é compartilhado. Graças à generosidade de todas as mulheres que relataram seu sofrimento e sua experiência de cura, graças ao Lúcio que tem a maior paciência de nos ensinar a usar os seus produtos e graças a seus representantes, eu não tenho mais nada e vejo que não terei mais nenhuma manifestação da bartolinite. Por isso, eu também, agora faço o meu relato, para que mais mulheres e pessoas que estão com qq tipo de inflamações busquem saber sobre os benefícios destes óleos. Não é substituir a medicina, nem o encontro com o seu médico, mas sim criar outras possibilidades de acessarmos a nossas riquezas de saberes e estratégias de cura naturais. Obrigada a você Lúcio e a à Juliane (e ao seu marido). E a todas a mulheres que generosamente me levaram à solução, e imagino à muitas outras pessoas, com seus relatos.
OBS- QUANDO FALAMOS DA PUREZA DOS ÓLEOS, É PARA INSTRUIR !
OS ÓLEOS TEM QUE SER PUROS PARA FUNCIONAR!
NÃO EXISTE DOENÇA INCURÁVEL, A SOLUÇÃO EXISTE NA NATUREZA, BASTA DESCOBRIRMOS!

QUE DEUS NOS PROTEJA!

EMAIL - MATAVIVAENGENHARIA@GMAIL.COM


WHATSAPP - 35 9 9823 1171 ou 35 9 9169 2732 ou 35 9 9832 9265

Nenhum comentário:

Postar um comentário